sexta-feira, 5 de setembro de 2014

RELAÇÃO DOS ALUNOS DO PROGRAMA GANHE O MUNDO 2014 – INGLÊS



A Secretaria de Educação do Estado divulgou nesta quinta-feira (04) o resultado dos alunos da rede estadual classificados para o ingresso nos cursos de línguas inglesa e espanhola, no âmbito do Programa Ganhe o Mundo.
Os selecionados devem comparecer nos dias 08 ou 09 de setembro à secretaria  da  escola  em que optou por realizar o curso e confirmar sua matrícula. Na ocasião o aluno deve apresentar o termo assinado pelo pai ou responsável, disponível  no Anexo III do Edital.
SUELLEN THAISA HENRIQUE DE SOUZA
LUCIENE DE LIMA SANTOS
STEFANI CRISTINI DOS SANTOS
GABRIEL SANTANA FONTANARI
LUCAS VINICIUS PIERRE DE ANDRADA
GUSTAVO RIBEIRO DA SILVA
MILENA CARIOLANO DINIZ
MATHEUS BARBOSA SOUZA
AYRON CARLOS PEREIRA DA SILVA
CAIO CÉSAR LIMA DINIZ
WILSON MAGALHÃES REIS



CRISTOVÃO JACKSON ALVES DOS SANTOS
LUCAS RODRIGUES DE SOUZA LIMA
GABRIELLY SABRINY NOGUEIRA DO NASCIMENTO
DAYVERSON KAIQUE FREIRE DA SILVA
INGRID PEREIRA VIANA SANTOS
REJANE SOUZA SILVA
EDIJAINE PEREIRA LIMA
ANA LILIANA FERNANDES SIQUEIRA DA SILVA
INGRID GABRIELE DE ALMEIDA SANTOS
FELICIA KAROLINE DOS SANTOS PANTA
CRISTIAN FELIPE ALVES DOS SANTOS
ERICA MARIA DE ALMEIDA SANTOS
MONICA CAROLINA FERREIRA DA SILVA
DANIELA VICTÓRIA DINIZ FERREIRA
ÊNIO DANIEL LACERDA DO NASCIMENTO
IRLANE NÍLIA DA SILVA SOUZA
MATEUS WASHINGTON VIANA DE ALMEIDA
ANA LUIZA LEAL SANTOS
PAULO ESTEVÃO LIMA DA SILVA 



quinta-feira, 4 de setembro de 2014

Enem: conheça os temas mais cotados para a redação

Professores falam sobre temas e dão dicas de como se dar bem na prova

Todos os dias, a estudante Adriele Batista, 17 anos, dedica parte do seu tempo para  ler jornais e assistir ao noticiário. Para ela, essas são as principais fontes de informação em seus estudos preparatórios para a redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), marcado para acontecer nos dias 8 e 9 de novembro - a redação será aplicada no segundo dia.
“O que tento fazer é assistir telejornal e estar atenta ao que está acontecendo no mundo e no Brasil. Também faço pesquisas na internet para estar sempre informada”, conta a estudante. 
No ano passado, quando o tema da redação foi Lei Seca, Adriele alcançou 880 pontos na avaliação de sua dissertação-argumentativa.
Para este ano, ela aposta que o exame vai tratar da Copa do Mundo. “Estou torcendo para ser a Copa no Brasil, sobre os benefícios e malefícios; o que realmente trouxe para o país e se as pessoas que fizeram manifestações, no ano passado, estavam certas em estar contra (a realização do torneio de futebol)”, comenta.

O Enem hoje trabalha em cima da questão multidisciplinar, de como lidar com a cidadania

Cézar Chagas, professor sobre abordagem da prova
O Mundial também é uma das apostas dos professores de redação Rosana Pires e Cézar Chagas, que  indicaram ao CORREIO  dez possíveis temas para a prova deste ano. “Tinha muita gente torcendo contra o Brasil, e também muita gente que ficou indignada porque a Seleção perdeu. Mas será que aquela vitória seria boa para o país? Será que realmente ia significar alguma coisa para o país? Acho que essa pode ser uma discussão abordada”, sugere a professora.
O torneio pode ainda acabar puxando outros assuntos, como a questão da mobilidade urbana. “Também foi muito discutida por conta da Copa. É um tema que pode, sem dúvida, acontecer, abordando como estava antes e como ficou”, aposta o professor Cézar. Ele destaca que “ainda há uma deficiência grande em relação a isso (mobilidade)”.
Eleições  
E se, no primeiro semestre, o país esteve de olho na Brazuca e em tudo que girava em torno dela, desde que o Mundial chegou ao fim, no dia 13 de julho, as discussões se voltaram para o cenário político. Isso porque, no mês que vem, a população volta às urnas para decidir quem irá representá-la no Congresso Nacional e na Presidência da República pelos próximos quatro anos.
E a proximidade do exame com as eleições pode influenciar no tema da redação, considera a pró Rosana. Mas, nesse caso, ela alerta que o estudante não deve se ater apenas à questão do  direito ao voto.

“Eles não devem ficar presos à importância do voto, mas, sim, à consciência cidadã. Indiretamente, ele vai falar do voto, mas é preciso entender que o voto é uma arma que deve ser usada sempre pensando no coletivo, nas questões sociais”, observa a professora.  
O professor Cézar Chagas também acredita que a cidadania no âmbito eleitoral pode ser discutida na redação deste ano. “A visão do Enem hoje trabalha em cima da questão multidisciplinar, de como lidar com a cidadania, do que é ter uma consciência do país. Trabalha em cima da questão da identidade cultural, para que, de fato, a cidadania se estabeleça. Cidadania é um tema sempre presente”, aponta.
Cidadania
Para a professora Rosana, outro tema que pode discutir o papel do cidadão na sociedade é o crescente número de casos em que as pessoas fazem justiça com as próprias mãos. “O cidadão perde a confiança na Justiça, se torna bárbaro e tenta resolver”, ilustra. Nesse sentido, o professor Cézar alerta que é preciso ficar atento à importância da Constituição.
Foi muito discutida por conta da Copa do Mundo. É um tema que pode acontecer
Cézar Chagas, professor, sobre mobilidade urbana
“Vale analisar a questão de quando existe a lei e as pessoas resolvem as coisas alheias a isso. Porque há uma Constituição que rege essa relação do homem com o outro. Como considerar que a pessoa pode fazer ‘justiça’ com as próprias as mãos?”, problematiza. 
E, ainda no sentido de se discutir as leis vigentes, os dois professores apostam que a maioridade penal também tem boas chances de ser cobrada no exame. 
“A questão é seriíssima. O ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente) protege o menor, dá um verdadeiro colete protetor a ele, mas há quem queira rever essa lei”, observa a professora sobre um tipo de discussão que pode ser incluído na prova.
O professor Cézar propõe mais um ponto de vista.  “É um tema muito forte no Brasil, no qual se discutiria o ECA, que é subutilizado, porque tem uma garantia de direitos, mas o adolescente também tem deveres”, diz.
Internet
A rede mundial de computadores também pode entrar em discussão no exame. Para Cézar Chagas, o Marco Civil da Internet, aprovado este ano, seria uma das motivações. “O país ousou no sentido de trazer à tona um estudo que procura meios de lidar com os acessos, com as redes sociais, e é uma discussão válida”, avalia.
Por outro lado, a internet pode ser abordada com relação à privacidade do usuário. “A questão da privacidade, por exemplo, no Facebook, onde  nossa vida é exposta, por opção. Há pessoas que postam sua vida sem se dar conta de não é apenas uma tela, mas que existem pessoas do outro lado”, diz  Rosana, indicando um dos caminhos de abordagem.

http://www.correio24horas.com.br/detalhe/noticia/enem-conheca-os-temas-mais-cotados-para-a-redacao/?cHash=95763c8c5754ffe9a965b03c90bf7a32

quarta-feira, 3 de setembro de 2014

terça-feira, 2 de setembro de 2014

TIM e Descomplica lançam serviço com dicas para o ENEM

O celular, que não sai das mãos dos jovens brasileiros, virou um recurso para reforçar os estudos em qualquer hora ou lugar. A partir de agora, alunos que farão o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) terão acesso rápido e fácil a conteúdos que os ajudarão na preparação para a prova, com o TIM Descomplica ENEM.
O serviço — elaborado em parceria com o Descomplica — faz parte da plataforma de ensino móvel TIM Educação e traz dicas, quiz e gabaritos separados por cada disciplina. O serviço está disponível via SMS e portal WAP, compatível com os sistemas operacionais Android e iOS. Semanalmente, o usuário receberá conteúdo separado por cada matéria: biologia, química, física, matemática, geografia, história, português, atualidades, filosofia e redação.

Uma parceria que ajuda o estudante brasileiro

“A parceria com o Descomplica, que conta com um projeto diferenciado de ensino online, reforça a nossa inovação e a estratégia de oferecer cada vez mais conteúdos relevantes no ambiente móvel, potencializando o uso do celular. O novo serviço também posiciona o TIM Educação como um portal completo de mobile learning, com cursos sobre os mais variados temas”, afirma Fábio Cristilli, diretor de Internet, VAS e Aparelhos da TIM Brasil.
O TIM Descomplica ENEM pode ser ativado através do envio de SMS com as iniciais LA para o número 5252. O custo inicial é de R$ 1,99 por semana. Em breve, o serviço será ampliado e contará com outras formas de interação com o usuário.
"Estamos muito empolgados com este lançamento, que reúne a qualidade de conteúdo do Descomplica com todo o alcance e mobilidade que a TIM oferece. Este é um projeto com bastante variedade pedagógica, que, além de textos, contará em breve com imagens, voz e vídeo”, afirma Marco Fisbhen, CEO do Descomplica.
Fonte(s)

Projeto Segunda Guerra Mundial

Projeto realizado com as turmas de 3º ano pelos professores Natanael Campos e Marcíllio Fagner.